quinta-feira, 10 de maio de 2012

......mar



Consegues-me ler a mente
 nas tuas ondas encrustadas.
Mesmo que disfarce,
 só tu sabes quem eu realmente sou.

Sem uma palavra
  acalmas-me,
envolves-me de uma tal forma,
 que libertas o ardor que me vai queimando

 Nas tuas vagas fustigo sonhos,
lamentações.

Nas areias escrevo desejos contidos
com a palavra"amo-te"
sem nunca ter a coragem de a pronunciar frente aos teus olhos

Os sorrisos que devolves na minha presença carboniza meu ser
Se ao menos soubesses...

Nas areias tapo meus segredos
Sei que, com o tempo o vento os  levará.

Diante de ti
fico imóvel,
adormecendo em cada braçada de espuma




9 comentários:

Secreta disse...

Olá! Gosto do novo visual :)
O poema é fantástico. O mar...tão imenso quanto o a...mar, transporta-nos para um mundo só nosso, onde não existem segredos.
Beijito.

Secreta disse...

Olá.
Hoje passo por cá para dizer-te que coloquei o meu blog privado e por isso estou a enviar convites aos amigos para que possam continuar a le-lo.
Logo que possas, por favor contacta-me (secreta@simplesnet.pt) a informar qual o email para o qual pretendes que envie o convite.
Obrigada!
Beijito.

Secreta disse...

Vim deixar um beijito... e dóru-t tambem :)

Joao disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Joao disse...

Devido a rotura total tendão aquiles, irei ficar em OFF durante alguns tempos.

Mas irei tentar seguir alguns amigos(as)

Até breve

João

Secreta disse...

Hmmm... desejo-te as rápidas melhoras!!!!
Beijito.

Secreta disse...

olá! espero a recuperação esteja a correr bem.
deixo um beijito.

Secreta disse...

Um beijito :)

Magia da Inês disse...

♡¸.•°
Olá, amiga!
Muito lindo e inspirado como sempre.

Boa semana!
Beijinhos.

✿ °•.¸♡¸.•°✿