segunda-feira, 11 de março de 2013



 
Vacilei...
 
Tentei a todo o custo evitá-lo
 e não consegui...
 
recordações

doces e amargas que me secam a boca

como se inalasse ainda teu perfume
transportado pelo vento
 
o odor dos corpos entrelaçados,
 a pulsar de batimentos mil.
 
A dôr
que queima
arde
por vacilar
 
Recordações proibidas
amargas
dolorosas
 
quero APAGAR
 
 
 
 
 


3 comentários:

Secreta disse...

Existem recordações que não conseguimos apagar, por mais que tentemos, por mais que lutemos por isso!
Por vezes o melhor, é aceitá-las e aprender a viver com elas, de modo a que não interfiram na nossa vida e bem estar.
Beijito.

Joao Jimmy disse...

Dar tempo a um tempo
Será essa a minha caminhada.
Obrigada
Beijinho

Secreta disse...

Nem todas as caminhadas são fáceis, mas todas são possiveis...
Beijito :)