sexta-feira, 14 de março de 2008

Espelhos d´alma

ausente
e
longínquo,
distante....
são meras palavras
que se pronunciam
estados d´alma
em momentos passados
vidas cruzadas
amores gerados
olhares colados
palavras contidas
saudades deixadas
razão...
sorrisos rasgados
em tristezas profundas
eu
tu
nós
almas que que juntam
em espelhos d´àgua
cintilam/brilham
mas depressa se apagam
desvanecem
anseiam um ínicio que teima em chegar
desesperam por um fim

4 comentários:

Anônimo disse...

a alma á deriva num corpo nú..onde o desejo cresce numa ansia de um querer total..de um momento onde´nós dois nos encontramos num estrilhar de emoçoes das quais tu tremes e das quais eu estremeço ao ver-te tremer...quero-te, venero-te, desejo-te, talvez seja uma loucura....talvez insaniedade...mas já só sei que a distancia nao afoga os sentimentos e nao é ruim...pois ela msotra-nos o quanto alguem nos é importante!!

Anônimo disse...

dizer-te que nao te amo, é como pedir a um raio de sol para depois d brilhar tentar esconder-se! porque é que o coraçao permite que a boca diga asneiras.....porque razao a boca diz o que o coraçao nao sente?? pois ela diz nao..e o coraçao diz que sim...ela diz nao te quero...e o coraçao diz..demoras muito a chegar? la diz...vou-te esquecer...e o coraçao adormece num silencio total numa amargura imensa...de uma solidao de um mais que tudo...de algo impenetravel a que chamamos amor... o amor é gratuito e por estares no meu coraçao nao pagas imposto...

Anônimo disse...

amo-te .... amo-te.... amo-te.... nao esperes que me canse de o dizer....pois existem coisas na vida que nunca perdem sentido e jamais perdem valor.. e sao como os vinhos do porto..quanto mais maduros melhores!
no teu caso..tás no ponto sem data de consumo e sem tempo de expirar! :O))

ines disse...

resta-me desejar-te um bom fim de semana